O estudo Netpanel, da Marktest é uma fonte de informação sobre a utilização da Internet pelos navegadores portugueses.

O Netpanel é um estudo regular, do tipo painel, que pretende cumprir o objetivo de conhecer o comportamento da navegação na Internet dos portugueses. Baseia-se num Painel de Lares e utiliza uma tecnologia que permite acompanhar e registar toda a utilização da Internet em cada um dos computadores utilizados para esse efeito, por qualquer um dos membros do Painel. Deste modo é possível conhecer o comportamento dos internautas na Web, nos portais, nos sites ou banners acedidos. Atualmente os resultados que estão a ser disponibilizados referem-se à navegação da Internet no Lar.

O Netpanel representa os indivíduos com mais de 4 anos, residentes em lares do Continente, nos quais pelo menos um indivíduo tenha utilizado a Internet nos últimos dois meses no lar.

A amostra é composta por 1.000 lares, a que correspondem cerca de 3.000 indivíduos. A amostra é desenhada a partir de uma estratificação dos lares por Regiões Marktest e Classes Sociais. A imputação de lares aos estratos ou células amostrais é feita de forma proporcional.

Os lares são recrutados de forma aleatória, com base num conjunto de procedimentos padronizados. Os lares recrutados passam a uma fase de pré-produção antes de serem integrados na amostra. Um sistema de gestão acompanha, de forma permanente, estes lares, sendo responsável pelo processo de incentivação e de rotação do painel.

A atividade na Internet de todos os indivíduos do painel é acompanhada pelo programa Netpanel Online, da Marktest, previamente instalado nos computadores dos painelistas. A informação é registada de uma forma automática, sendo posteriormente validada e processada.

O e-netpanel, um programa de análise de dados de audiências, com base na Web, utiliza ficheiros de dados não probabilizados de base individual, em que cada elemento amostral pode ser caracterizado pelas variáveis sociodemográficas: Sexo, Idade, Região, Grupo Ocupacional e Classe Social.

A Marktest disponibiliza igualmente, no mercado português, a ferramenta Netscope, web-metrics (medição site-centric), com medição auditada de tráfego de entidades web e produção de rankings Netscope sobre os dados auditados. Mede detalhadamente a navegação de um site, permitindo conhecer o comportamento dos visitantes, o desempenho de cada parte do site, origem do tráfego, etc.

É recolhida toda a navegação dos sites aderentes, independentemente da sua origem.

 

Os dados são também disponibilizados publicamente sob a forma de um ranking mensal de sites auditados.