A

AD REQUEST – Número de vezes que um anúncio aparece num browser como resultado direto de uma interação (pedido) de um visitante com um site. Medida, relacionada com page request. O mesmo que “impressões” ou “impressions”.

AD SENSE – Tecnologia/serviço de publicidade oferecido pelo Google. Os donos de websites podem inscrever- se no programa para exibir anúncios em texto, imagem e, mais recentemente, vídeo. A exibição dos anúncios é administrada pelo Google e gera receitas com base na quantidade de cliques ou de visualizações.

AD SERVERSoftware utilizado para fornecer anúncios display ou anúncios de texto ao browser do utilizador. O ad server serve para selecionar que anúncio será o mais apropriado para cada caso, contagem de impressões e cliques e elaboração de relatórios da performance da campanha.

AD WORDS – É o principal serviço de publicidade da Google. Usa o sistema de publicidade por Custo por Clique (PPC) e Custo por Mil (CPM) que consiste em anúncios em forma de links encontrados, principalmente, nos mecanismos de pesquisa relacionados com as palavras-chave que o utilizador pesquisa. Sendo um modo de adquirir publicidade altamente segmentada independentemente de qual seja o orçamento do anunciante.

ADESÃO – Percentagem de audiência de um suporte que pertence a um grupo- alvo em análise.

AFINIDADE (índice de) – Indicador do grau de adesão entre o alvo e a audiência de um determinado suporte. Como índice calcula-se a partir da razão entre a cobertura do grupo alvo e a cobertura do universo.

AGÊNCIA DE MEIOS – Empresa que presta serviços, essencialmente a anunciantes, centralizados na investigação, planeamento estratégico e tático, negociação e compra de espaço publicitário, em meios de comunicação e suportes de publicidade.

AGÊNCIA DE PUBLICIDADE – Empresa que presta serviços a anunciantes de definição e concretização de estratégias de comunicação comercial, desenvolvimento criativo e acompanhamento especializado.

Alvo – Ver “grupo-alvo”. O mesmo que “target”.

AMD – Associação Portuguesa de Marketing Direto.

AMOSTRA – É um subconjunto de um conjunto mais geral denominado população ou universo. Mediante técnicas de inferência estatística, é possível generalizar as conclusões obtidas nesse subconjunto para todo o universo (população).

AMOSTRAGEM ALEATÓRIA – Construção de uma amostra em que é conhecida a probabilidade de cada elemento da população ser incluído nessa amostra e simultaneamente a margem de erro quando generalizamos as conclusões para o universo.

ANUNCIANTE – Empresa que tem um produto ou serviço no mercado e utiliza a publicidade/comunicação como instrumento de marketing.

ANÚNCIO – Mensagem divulgada pelos media, em geral mediante pagamento do anunciante, destinada à oferta e fornecimento de informação de bens ou serviços, sob forma gráfica, áudio ou audiovisual, de acordo com o meio a que se destina.

APAME – Associação Portuguesa das Agências de Meios.

APAN – Associação Portuguesa de Anunciantes.

APAP – Associação Portuguesa das Empresas de Publicidade e Comunicação.

APCT – Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação de Imprensa.

APEIP – Associação Portuguesa de Empresas Gestoras de Investimento Publicitário.

APEPE – Associação Portuguesa de Empresas de Publicidade Exterior.

APIMPRENSA – Associação Portuguesa de Imprensa.

APODEMO – Associação Portuguesa de Empresas de Estudos de Mercado e Opinião.

APR – Associação Portuguesa de Radiodifusão.

ATS (Average Time Spent) – Média do tempo que cada indivíduo contactado despendeu com um suporte ou meio, num período determinado. Indicador normalmente expresso em minutos. O mesmo que “tempo médio despendido”.

ATV (Average Time Viewed) – Média do tempo que cada indivíduo do universo despendeu com um suporte ou meio num período determinado de tempo. Indicador normalmente expresso em minutos. O mesmo que “tempo médio de visionamento”.

AUDIÊNCIA – Conjunto dos indivíduos que contactam com um suporte publicitário (telespectadores, leitores, ouvintes, etc.), num período de tempo determinado, expressa em percentagem.

AUDIÊNCIA DE TELEVISÃO – Conjunto caracterizado de indivíduos que estão presentes na sala ou compartimento onde se encontra o televisor ligado.

AUDIÊNCIA EXCLUSIVA – Conjunto dos indivíduos que fazem parte da audiência de um suporte e que não pertencem a mais nenhuma audiência de outros suportes, quando analisadas as suas duplicações, expressa em percentagem.

AUDIÊNCIA MÉDIA – Audiência provável que contacta com o suporte em dado momento (período para o caso da televisão e da rádio, e exemplar para o caso da imprensa. Ver “rating”.

AUDIÊNCIA MÉDIA DE RÁDIO – Audiência provável, em cada unidade de tempo, de um determinado período horário (no caso de rádio a unidade de medida é de 5 minutos). Ou seja, audiência ponderada (pelo tempo de audição) do conjunto de indivíduos que escutaram uma estação, num determinado período horário.

AUDIÊNCIA MÉDIA DE IMPRENSA – Corresponde ao número ou percentagem de indivíduos que contactaram com a última edição de um dado suporte (véspera para diários, última semana para semanários, etc.).

AUDIÊNCIA REGULAR – Conjunto de indivíduos que, nos últimos quatro exemplares/emissões de um suporte, contacta com pelo menos três deles.

AUDIÊNCIA TOTAL – Valor máximo de audiência de um suporte, ou seja, o conjunto de indivíduos que tiveram contacto com ele, independentemente do período em que o fizeram. Ver “reach”.

AUDIMETRIA – Sistema de recolha de informação sobre audiências de televisão, sem interferência de entrevistadores, através de um dispositivo chamado audímetro (meter).

AUDÍMETRO – Dispositivo eletrónico que regista o tempo que o televisor está ligado/desligado e o canal sintonizado, assim como a caracterização dos telespectadores em presença.

 

Audiomatching– Tecnologia usada na medição de audiências de televisão em que o reconhecimento do canal visionado é feito a partir da informação áudio da emissão de televisão. Esta tecnologia permite medir os conteúdos difundidos em direto (live) bem como em diferido (time-shift) até sete dias após a transmissão, em todas as plataformas (analógica e digital, cabo, satélite, terrestre e IPTV).

B

BANNER – Imagem gráfica, numa página web, que possui um link para uma localização à escolha do anunciante (ex. website do anunciante, microsite, jump page, etc.).Existem em diversas formas e tamanhos.

BAREME – Conjunto de estudos de audiências dos meios Imprensa e Rádio realizados regularmente pela empresa de estudos de mercado Marktest.

BARTERING – Obtenção, por parte de um anunciante, de condições especiais junto de um suporte publicitário, como contrapartida ao fornecimento de um programa pré-realizado, propriedade do anunciante.

BASE DE SONDAGEM – É a designação dada a listas, mapas ou qualquer outro registo de população de onde é retirada a amostra.

BEHAVIORAL MARKETING – Variante de web marketing que tem por objetivo o envolvimento junto do grupo-alvo da empresa/marca, através da recolha de informação sobre o comportamento online do utilizador (páginas visitadas ou pesquisas feitas) visando o conhecimento do tipo de anúncios que serão mais eficazes na comunicação com o utilizador em questão, aumentando assim a probabilidade de propiciar conteúdo relevante.

BEHAVIORAL TARGETING – Refere-se a um conjunto de tecnologias e técnicas utilizadas pelos editores e anunciantes de sites online que lhes permite aumentar a eficácia das suas campanhas através da recolha de dados gerados pelo site e pela página visitada tornando possível a identificação dos hábitos de navegação e de consumo de grupos de utilizadores, permitindo assim a construção de um perfil-tipo.

BID – Definição do preço máximo que se está disposto a pagar de forma a melhorar a posição de um anúncio nos resultados de pesquisa PPC (Pay-per-Click).

BLEED – Ver “corte (ao)”.

BLOCO PUBLICITÁRIO – Conjunto de anúncios que se emitem de forma agrupada em televisão, com regras definidas em termos legais ou com normas definidas pelas estações emissoras, identificados por “separadores espácio-temporais” que delimitam o seu princípio e fim, dentro de um programa ou entre programas.

BREAK – Ver “bloco publicitário”.

BROADSHEET – Jornal com a dimensão tradicional, isto é, com dimensões aproximadas de 37x57 cm.

BROWSER – Programa que permite aos utilizadores aceder a documentos na World Wide Web podendo ser de texto e/ou gráficos. Os browsers podem ser com base em texto ou em gráficos. O Internet Explorer, o Google Chrome, o Safari e o Firefox são exemplos de browsers.

BUDGET – Ver “orçamento”.

 

BURST – Ver “vaga”.